Homenagem a Fidel Castro em compostela

Na manhã deste domingo, vários centos de pessoas reuniram-se na compostelana Praza do Toural se fechou com gritos de "Viva Cuba e viva Fidel!" e ao som de 'A Internacional' interpretada por um dueto de violines.
Imaxe: Xuventude Comunista - @XCGaliza

Em um Toural cheio de bandeiras cubanas, comunistas e nacionalistas galegas, o poeta Luz Fandiño leu um poema próprio dedicado ao ex-presidente cubano, depois de lembrar que “homens como estes não morrem nunca”. “Está connosco, com todos os povos do mundo”, exclamou Fandiño.

O presidente da Associação de Amizade Galego-Cubana, Valentín Alvite, leu um manifesto no que pôs a Fidel Castro como “um exemplo” para aqueles que participam “nas lutas emancipadoras dos povos do mundo”.

Categorías
Acontece

RELACIONADAS