Abusos no cárcere de Aranjuez contra Eduardo Vigo

O coletivo Ceivar (Organismo popular anti-repressivo) denúncia no seu site, o trato que recebeu Eduardo Vigo depois do seu translado ao cárcere de Aranjuez.

Este sábado passado, o preso independentista Eduardo Vigo, chegaba à cadeia de Aranjuez, em Madrid, onde foi obxeto de um novo abuso intramuros. À sua chegada, obrigarom-lhe a fazer um cacheio integral, durante o qual os carcereiros adoptarom umha actitude provocadora, e nom lhe proporcionarom a bata regulamentaria nim  a folha de serviços.

Mais tarde foi conduzido a umha cela que estava muito suja, e nom lhe facilitarom nada para poder limpala. Tampouco lhe derom mantas para a cama, polo que tivo que durmir vestido; nim os livros da UNED para poder comezar a repasar para os exames, questom pola que foi transladado a Aranjuez.

Nos últimos anos, som várias as denuncias que nos tenhem chegado por parte dos presos independentistas contra a cadeia de Aranjuez,  agressons físicas (um golpe na cara por nom querer borrar o nome da porta do txabolo, umha paliza depois de um vis a vis…) passando pola actitude chulesca, macarra e provocadora dos carcereiros.

De Ceivar, queremos enviar-lhe umha aperta a Eduardo e aproveitamos para lembrarlhe que NOM ESTÁ SÓ!

Animamos-vos a que lhe escrevades e lhe fagades chegar umhas palavras de solidariedade e ánimo a:

EDUARDO VIGO DOMINGUEZ

C.P. MADRID VI

Ctra. Nacional 400 Madrid-Toledo, km28

28300 Madrid

 

CEIVAR

Categorías
Dereitos Sociais

RELACIONADAS