A revista caleidoscópica de novo na rede

A revista de fotografia que em 2015 saiu à luz com um número dedicado a “identidade e terra”, volta agora com um segundo número...

Going Nowhere – Xiana Quintas

O caderno online de fotografia vem de editar um novo número sobre “corpo e território”

A revista de fotografia que em 2015 saiu à luz com um número dedicado a “identidade e terra”, volta agora com um segundo número que introduz “no caleidoscópico agora os pelos, as rugas, os fluidos e os latejos que constituem as peças do puzzle social, do território expandido”.

Corpo e território são as coordenadas em que esta vez se situa o eixo temático do projeto, cheio de matizes, da integração da pele e a paisagem aos retratos glitter ou cronologias do íntimo, das mãos à matanza. Como determinam no editorial: “É o corpo um território primigênio. É matéria a sentir e a pensar.  Lugar do prazer e campo de batalha. Essa porção de carne que somos e de onde percebemos o mundo. São os nossos corpos massa que reflexiona e atua, que roça, que investe.  Matéria que se transforma e que transforma o arredor.”

A surpresa foram o nutrido grupo de novas colaborações, que acrescentaram perspectivas ao caleidoscópio. Por um lado textos de reflexão, como o artigo de estética “A achega da beleza”, da poeta Rosa Enriquez e a aproximação à obra de Jo Spence, da mão de Mariola Mourelo, fotógrafa especializada em perspectiva de gênero e dinamizadora do projeto Fotoeduca.

A imagem de capa pertence a outra colaboradora, Virginia De,  que propõe um sugestivo retrato questionador dos binarismos de gênero. No interior encontramos uma série de collages de Ana Rello, umha reflexom sobre a doença através de autorretratos da sexóloga Verónica Ramilo, e mesmo um poema inédito de Andrea Nunes.

Numa fusão e procura de achegamento a  outras disciplinas, aparecem também as artes escénicas, com umha entrevista à companhia teatral A Panadaria.

E os demais prismas do projeto som aportação da equipa editorial, todas fotógrafas, com formação também em outros campos, como a comunicação audiovisual, o jornalismo e até a música, que som Sabela Iglesias, Pilar Abades, Xiana Quintas, Miguel Auria, Charo Lopes e a licenciada em belas artes encargada do desenho gráfico da publicação Ana Parada.

www.caleidoscopica.gal

https://www.facebook.com/caleidoscopicafotografia/

https://www.linkedin.com/in/caleidoscopica

Categorías
Cultura

RELACIONADAS